terça-feira, 10 de novembro de 2009

Post fútil

Aviso: vou falar de cabelo. Sim, é fútil e bobo. Mas me irrita. Se não quiser, não leia. Grata.

Sábado eu fui cortar o cabelo. Tava precisando. Mais um pouquinho e eu ia ficar muito parecida com uma pentecostal de cabelos nos joelhos. Eu tava desde MAIO pra cortar essa porra e não cortava. ¬¬"

Quando eu fui ver de cortar, a cabeleireira #fiadaputa tinha MUDADO. Aí minha super mãe-mala entrou em ação e achou onde raios a mulher tinha se enfiado. Praça Vila Boim. Olha que lugar legal. DO LADO da FAAP. Um dos maiores antros de patricinhas e mauricinhos desta cidade. E onde TUDO é MUITO CARO. Ótimo!

Eu sou tão bicho-do-mato que não saberia explicar pra outra pessoa como cortar. Então, fui lá. Mano tem RAMAL no salão!! LIGARAM pra mulher (que estava no andar de cima) pra ver se eu já podia subir, se dava pra me atender! Fora que tinha perua suficiente lá pra acabar com o estoque da Daslu! Eu apenas pensei 'onde eu vim me enfiar??' e subi a escada.

Na verdade, esse questionamento me perturbou todo o tempo que eu permaneci lá. Bom, acho que todo mundo lá tava querendo me perguntar o que cazzo eu tava fazendo naquele recinto. Só eu de calça jeans, camiseta (de desenho japonês), com uma bolsa da USP encardida que dá medo (sim, eu vou lavar a bolsa) e lendo um quadrinho do Wolverine com o Destrutor. Portanto destoava um pouco do todo.

Eu sobrevivi. Quase deixei um rim pra pagar corte+lavagem+secagem, mas beleza. Tô com cara de gente de novo... e buscando uma cabeleireira com preços mais acessíveis, que atenda em regiões menos afetadas.

Saindo de lá, atravessei a rua e fui almoçar no The Fifties. Exato, não sei como meu salário vai chegar no final do mês. Eu deveria ter adiado meu cabelo de novo! ¬¬"

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Dai-me paciência!

Sobrevivemos a outra visita dos filhos da puta da informática. Bando de incompetentes do caralho, viu? Esse povo de administração de rede, setor de informática é tudo igual: se acham o máximo, se acham onipotentes (oh, vocês dependem de mim pra usar rede, internet e o diabo a quatro), mas são tudo umas antas, mesmo! Vieram fazer a instalação da porra do anti-vírus e levou umas duas ou três semanas pra gente conseguir chamá-los aqui de volta para que eles dessem um jeito nas próprias cagadas (a saber: máquina que ainda tava sem anti-vírus e o compartilhamento das nossas impressoras que tinha ido pras cucuias). Sei não... daqui a pouco a gente vai precisar trazer eles aqui de volta - por mais que eu queira que isso não seja mais necessário.

Depois disso tem a bosta do Vista instalado nos notebooks... PQP, mó sistema operacional BURRO! Se foder, Bill Gattes! Você abriu o programa QUALQUERMERDA.EXE. Se foi você mesmo que fez isso, clique em continuar ¬¬". Na boa, isso não merece nem comentário! Atualizar o Firefox muito defasado de um dos notebooks foi um parto por causa desse sistema operacional cretino. Espero que o Windows 7 seja menos burro... Aparentemente É MESMO menos burro. Mas também, fala sério. Pior que o Vista é quase impossível. Mas não podemos duvidar da capacidade do anti-cristo, né Bill?

Fora o homem-das-cavernas aqui do lado fazendo seus grunhidos bestiais. Tem cada criatura nesse trampo, que eu vou te contar.

Vou é pra casa, porque também não tô disposta a ficar na USP até depois das 20:00 - vão fechar sei lá qual acesso entre as 18:00 e as 20:00, trancando o povo aqui dentro ou os obrigando a dar uma puta volta pra sair daqui.

Morram todos, grata. #partiu

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Estou cercada de semi-analfabetos

Sim, eu sei que não sou um poço de inteligência, dou minhas bolas-fora de vez em quando... normal. "Errar é humano", já dizia um ditado xarope qualquer. Mas, criatura, precisar confirmar o lugar de letras no alfabeto DUAS VEZES é (como diria o Sutileza) de foder o cu do palhaço. E umas letras muito óbvias! U e Y! Primeiro, não sei de onde esse ser desprovido da razão tirou a possibilidade do Y suceder o K. Agora ele me pergunta se o U vem antes do Y ¬¬". Tipo, seu verme, depois do Y só tem o Z, porra!

Se não bastasse, o semi-analfabeto aqui do lado, tem outro da internet. Ok, outros. Mas uma coisa de cada vez. Putaquepariu! COMO alguém consegue escrever congitar, geito, mizera, entre outras coisas? Bom esse encosto não é problema meu. Boa sorte, Redread! (y)

Isso fora os incontáveis exemplos no Ikariam. Puta povo analfabeto do caralho, viu? Sério, vão se foder! E que eles morram todos!

domingo, 18 de outubro de 2009

Nasceu

É isso aí, cambada. Depois de uma gestação de elefante, nosso filho, o Portal do Arqshoah, tá no ar! Tem notícias sobre a gente no Portal da USP e também uma apresentação curta, mas muito legal do site! Você pode vê-la aqui.

Olhem o site e divulguem, por favor. Grata.

sábado, 3 de outubro de 2009

Faz muuu

A maldita novela das 18:00 acabou. Tá, eu sei, segunda-feira começa outra. Tão ruim quanto essa última, etc.

Só que superar a história de amor muito mala da Santa com o filho do Demo - sim, você leu direito e eu não escrevi errado, pode acreditar - vai ser difícil.

Principalmente porque os dois só se entenderam nos últimos 10 minutos do último capítulo dessa bosta... Depois da Santa ir ao encontro do filho do Demo quando ele a chamou com um berrante ¬¬".

É o cúmulo do ridículo e do absurdo. É BOI que vai atrás de berrante, cacete! Gente não segue essa porcaria!

Aqui em casa só eu percebi, mas gostaria de saber se ao menos a atriz que fez a Santa notou que foi chamada de vaca pelo autor/diretor/par romântico e qualquer outra pessoa que de alguma forma fez parte dessa ideia CRETINA da protagonista muito burra ir atrás do som do maldito berrante.

Moral da história: sim, de Santa a vaca, daquelas de rebanho. Vai seguir em comitiva, correndo atrás do som do berrante pro resto da vida. Só falta fazer muuu.

Simplesmente patético.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Olimpíadas?

Agora só se fala na porra do Rio 2016. Como se o país estivesse bem, o Rio de Janeiro estive em ordem, sem alguns milhões de problemas a serem resolvidos e coisas do tipo. Não bastasse a merda da Copa do Mundo de 2014 ser aqui, agora vai ter essa palhaçada de Olimpíadas também!

Um amigo meu entrou no MSN com o nick Quero que o mundo acabe em 2012. Bom, eu compartilho desse desejo. Tamo tudo fazendo hora extra nessa pocilga aqui, já. Não tem mais salvação, não. A fórmula do pão e circo se resume só ao circo ultimamente. Dá qualquer espetáculo que o grosso do povo fica feliz ¬¬".

Olha, eu tenho uns posts programados, aqui... Não gosto de publicar mais de um por dia - favor me deixar em paz com as minhas manias - por isso, alguma atividade o blog terá.

Quanto a mim, vou ali dar um tiro na cabeça e espero não voltar.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

É muito simples

Tão vendo ali do lado esquerdo o contato? Então, clica nessa merda que vai ter o link pro meu perfil do Facebook. Me adiciona lá e entre no Mafia Wars, pois a família precisa crescer. E pra fazer parte da máfia, precisa adicionar como amigo antes.

Pronto. Agora sejam úteis uma vez na vida, façam um perfil no Facebook e se viciem em Mafia Wars assim como eu e meus amigos do trabalho.

Caso contrário, morram. Grata.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Feriado #fail

Putaquepariu, tanto dia pra cair a bosta do Sete de Setembro, e essa merda cai justamente numa segunda... uma SEGUNDA!! Cacete, de segunda eu não trabalho e não tenho aula, faz muita diferença o feriado cair nesse dia! Um dia que eu naturalmente estaria em casa... pra piorar, hoje com mais gente. ¬¬" O feriado deveria ter caído na quarta, pois eu me livrava da aula do Velhote!

O legal foi ver as primas malas do interior dando o cano nos meus avós. Não que eu me importe delas ficarem sem passar aqui... mas deixar os dois esperando é sacanagem. Ok, a culpa não é bem ou somente delas. Minha tia burra que não explica direito as coisas colaborou bastante nisso. Ela tá cansada de saber que minha avó é surda e faz confusão com certa facilidade - afinal, com 82 anos nas costas, ela não é mais nenhuma garotinha - a tia burra tinha que ter falado "olha, o pessoal de Ribeirão Preto tá aqui em São Paulo mas estão fazendo umas trezentas mil coisas por aí... disseram que vão passar aí na casa da senhora mais tarde, se der tempo", pois aí não daria pra fazer confusão. Ia ficar muito claro: só bem mais tarde, se fosse possível, a cambada viria pra minha casa. Minha avó pensou até que a gente ia ter visita pro almoço. Bom, estaríamos sem comer até agora se continuássemos esperando (y). É, mas quando falo, a ruim sou eu...

Além disso, passei o feriado jogando Mafia Wars - a única coisa que deu alguma "utilidade" ao Facebook. E enquanto esperava a minha energia carregar, deu pra ler o texto (atrasado) de História dos EUA.

Sim, tudo muito divertido.

domingo, 23 de agosto de 2009

Como atormentar seus alunos

Não é porque a gente está na faculdade que certas coisas deixam de acontecer. Professor mala sempre vai existir. E eu sempre vou querer matá-los. Fazer o quê? É a vida. Ôh existência miserável.

Professor que atormenta é aquele que, por exemplo, não se garante e segura a lista até o final da aula. Pior, ele faz chamada no final da aula... o que é o cúmulo da insegurança. Aliás, acabo de me lembrar que os meus professores que faziam isso costumavam contar o texto que nós, alunos, liamos (teoricamente) em casa. Ora, se eles falavam tudo de novo em sala, ninguém mais lia porra nenhuma em casa!

Mas a Disgrace, que fazia chamada no final da aula, era boa em atazanar a gente. Picareta! Mas, como boa mala, vivia pedindo coisinhas chatinhas pra gente fazer e entregar. E a maldita folha de estágio. Só libero a nota se vocês me entregarem a folha de estágio. Putaquepariu, tive pesadelos com essa folha! Além da vontade de mandá-la enfiar a mesma no cu. Mas como não entreguei, não tive essa oportunidade. Uma pena.

Essa doida - sério, ela não regula dos pinos, é pior do que eu - dava a palavra pro aluno, mas atravessava a fala do sujeito logo em seguida. Isso me irritava pouco. Até mesmo quando era com o aluno mala sou-médico-plantonista-fiz-história-e-dou-aula-como-voluntário-e-querem-meu-diploma-da-licenciatura-caso-contrário-não-estaria-assistindo-a-da-sua-aula. Outro doido de pedra que era um tormento. Ok, ele e a Disgrace se mereciam. Todo o resto da classe, não.

Aquela vaca também dava seminário. Cara, como eu odeio seminário. Chatos de fazer, insuportáveis de assistir. Bom, eu jogava Final Fantasy IV no Game Boy durante os seminários. Mas ainda assim era um martírio. Aquela biruta como professora nunca mais!

Outra que judiou dos alunos foi uma Vera Holtz cover. Dessa eu me livrei. Mas quem foi obrigado a fazer Geografia para História com essa maluca, sofreu horrores. Outra forma eficiente de atormentar alunos é subestimar a capacidade deles, fazê-los de gato e sapato, e usar o fator nota para coagi-los a ficarem quietos. "Ensine" rudimentos de capitanias hereditárias aos historiadores, os mande fazer cartazes (e depois diga que não vão valer nota) e siga o calendário de reposição do seu departamento de origem, não do departamento para o qual dá aula - assim... você dá aula pra História, tem alunos só da História, usa a sala da História, mas segue o calendário de reposição da Geografia. O pouco de férias que seus alunos teriam, vão pras cucuias!

De minha parte, sugeri que minhas amigas pegassem os cartazes que foram obrigadas a fazer, enrolassem e empalassem a professora Vera Holtz cover na frente do prédio como uma punição exemplar, para que tal abuso não se repetisse. Apesar de não ser aluna da maluca em questão, me ofereci solidariamente para auxiliar nesse ato. Mas acabou que não fizemos isso. Infelizmente.

É no mínimo ridículo ver professoras desse tipo na USP. Mas existem outros exemplo. A Pri já tinha reclamado. Agora, conseguir definir as proporções de insegurança, sadismo e necessidade de voltar a estudar as suas matérias, eu já não sei...

Mas o foco do post não é esse. Este é um guia - não tão prático, pois eu começo a divagar - de como atormentar alunos. E as dicas estão aí! Peça sistematicamente coisas pra casa, dê seminário, subestime a capacidade deles, corte as falas deles, reproduza aquilo que eles leram em casa e coisas desse tipo. Só não se esqueça que eles vão te amar profundamente pro resto da vida, tá?


PS: por mais idiota que este post pareça, as vezes me sinto aprendendo isso na Faculdade de Educação. Minha escolha é captar o exemplo oposto do que vejo lá e abstrair o resto. Puta lugar ruim, chato, cansativo do caralho!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Como é?

Sorte de hoje: Um dia sem sorrisos é um dia perdido

Vai a merda, orkut!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Ele era frio e distante

"Quanto mais não pudéssemos ir buscar à obra de Caeiro, poderíamos sempre ir lá buscar a Natureza. Cheia de pensamento, ela livra-nos de toda dor de pensar. Cheia de emoção, ela liberta-nos do peso inútil de sentir. Cheia de vida, ela põe-nos à parte do peso irremediável da vida que é forçoso que vivamos."

Ricardo Reis


Não, eu não morro de amores pela poesia do Reis. Mas gostei desse fragmento. E o título do post remete a algum verso dele. Ele desejava ser frio e inatingível, assim como o topo de uma montanha nevada... o que também é muito legal! =P

domingo, 16 de agosto de 2009

Um domingo assistindo Rugby na USP

Eu vou tacklear esse marimbondo!

O tipo de coisa que a gente só ouve no meio de jogadoras de rugby. =)

Pri, foi um prazer assistir ao jogo. Sempre que houverem outros em locais próximos em horários acessíveis (em português: que seja cedo, como hoje) eu irei com muito gosto.

Só preciso me lembrar de passar protetor solar da próxima vez... Tô com o rosto um pouco queimado do sol INFERNAL que fez esta manhã.

sábado, 15 de agosto de 2009

EU faço o meu AdSense!

Prezada meia-dúzia que lê esta joça,

Gostaria de pedir que notem os links novos colocados na coluna direita deste blog. Separei o que é útil do que é apenas divertido. Mas recomendo que cliquem em tudo. Principalmente aqui.

Agora, sobre a piada do AdSense (só espero que o Mestre Google não tire meu humilde blog do ar depois desta impertinência =P), é o seguinte: prestem atenção, pois há DOIS links Atelier da Zazá. Um site e um perfil do orkut. Zazá é o apelido (recente) da minha tia Zalina. Eu sempre a chamei de Tita, mesmo. E não, eu não faço a menor ideia de porquê raios a chamo assim. O fato é que a Tita depois de velha (palavras dela, ok?) virou Zazá e artesã.

Os links estão aí, pois acho o trabalho dela muito legal. E diferente do AdSense, eu não vou ganhar um único centavo por esta propaganda. Minha família nem sonha que eu tenho um blog. E é bom que continue assim. Eles não imaginam que eu consiga proferir tantos palavrões quanto, por exemplo, podemos ver no post Zica. Ainda sou algo como a "princesa" da casa, ou qualquer coisa do tipo.

Mas nada disso importa. O importante aqui é que você, criatura mão-de-vaca e preguiçosa, quando precisar comprar uma lembrancinha bonitinha e prática, acesse o site da Zazá e compre um kit qualquer lá e presenteie a mala que quiser. A Zazá manda pelo correio e você recebe no conforto do seu lar. Não precisa comprar um carregamento. Tita vende um kit só! (y)

Além do jabá, gostaria de recomendar GemCraft, um dos jogos mais viciantes da história da internet.

Abraços a todos,
Ana Duarte - aquela teve de fazer um blog pra poder mandar em alguma coisa ¬¬


PS: ia me esquecendo... se por ventura o Atelier da Zazá solicitar a sua amizade no orkut, saiba que isso faz parte do truque de marketing da minha tia em sua busca por fregueses. =)

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Não creio

Esse banco de dados de quinta categoria só pode estar brincando comigo!



Eu ADORARIA cortar algumas cabeças por causa disso!

Morram seus infelizes que 'desenvolvem soluções'!

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Zica

Meu, o que significa isso? Na boa, Murphy, LARGA DO MEU PÉ, cacete! Quem foi o FILHO DA PUTA que soltou essas bruxas miseráveis que resolveram ME ALOPRAR?! Espíritos antissemitas, VÃO ASSOMBRAR A MÃE! Puta ZICA do caralho! Tudo errado, tudo ruim... Se foder, viu?

A bosta da USP foi projetada por um bando de incompetentes! A merda da manutenção PESSIMAMENTE feita na desgraça dessa universidade nunca resolve porra nenhuma! Parece que eu estudo num brejo! Mato pra todo lado e quando chove o único lugar pelo qual um pedestre pode andar é O MEIO DA MALDITA RUA! Um circular tirou maior fina de mim quando eu estava voltando da ECA para a FFLCH! Em tempo: VAI TOMAR NO CU, MOTORISTA BARBEIRO DO CARALHO! Fora que eu adoraria ter fotografado a calçada-corredeira pra colocar aqui, mas meu celular não tem câmera e tava escuro pacas. Nem ia dar pra ver nada, também. ¬¬"

Aliás, puta que pariu, mas que chuva desgraçada que não pára! Vá a merda, chuva maldita! Eu tava com guarda-chuva, mas não adiantou. Molhei todo o braço da jaqueta e a barra da calça... até OS JOELHOS! Fora que era tanta água que nem a minha bota deu conta do recado. É o meu melhor calçado, super grossa, e eu nunca pensei que fosse ter a péssima experiência de sentir a água penetrando por ela e molhando o meu pé! Ah, e eu nem teria inventado de ir tão longe pra comer se a chuva tivesse começado antes! E também tenho certeza que se eu não tivesse saído da ECA no momento que saí, ela ia demorar MUITO MAIS pra passar. Quando eu cheguei na FFLCH a maldita estava quase parando. ¬¬" CHUVA FILHA DA PUTA!!

Sério, eu quero e preciso de PAZ! Quando me vi com água para todo lado - ilhada entre poças que mais pareciam lagos e sob uma chuva pra Dilúvio nenhum botar defeito - comecei a gargalhar. Me senti o Coringa nessa hora. Ri para não chorar, tamanha a minha raiva! Fui até outro prédio pra poder comer, já que nem tem uma lanchonete DECENTE no prédio onde estudo, e quase não consegui voltar para ter a minha aula maldita!


Agora, um breve comentário que eu já tinha pensado em postar: concluí que tenho um grave problema - eu odeio gente, mas como já vinha notando há um bom tempo, também não gosto de ficar sozinha. Passei boa parte do dia sem companhia nenhuma no trampo e foi muito chato. Sim, tem suas vantagens ficar sozinha, mas encheu. Desejei com todas as minhas forças que alguém aparecesse lá. Nem que fosse de passagem. Mas é claro que não apareceu. E sim, eu também acho que preciso colocar meus parafusos no lugar. Mas pra conseguir fazer isso a terapia precisa voltar de férias. Algo que eu espero ansiosamente, pois está fazendo falta, já.


PS: prezados colegas Sutileza, Simpatia e Menina, favor não deixar de ir ao laboratório OS TRÊS no mesmo dia novamente. Aquela sala fica insuportavelmente monótona sem nenhum de vocês. Grata.

PS2: por que eu sou tão zicada ao ponto de ou não ter ninguém ou só ter a nata dos chatos comigo no trabalho em algumas ocasiões?

quarta-feira, 29 de julho de 2009

What the fuck??

Este carro é propriedade de Jesus.


Ou algo do tipo... devia ter anotado a frase pra lembrar direito, mas não levei meu caderno de notas quando fui almoçar. =P

Tá, então essa criatura, de certo muito temente a Deus, pega emprestado o carro do filho do Todo Poderoso? Tu-dum ttssssshhhhhhhhhhhhhhhhhhh! [Não resisti fazer a piada.]

Pergunto numa boa: o que leva alguém a colocar um adesivo enorme no vidro traseiro do carro escrito que o mesmo pertence a Jesus?

Criatura, é o seguinte: não é porque você entrega algo a Deus que seus bens estão seguros, ok? Deu pra entender? O último carro do meu avô quando foi roubado tinha aquele peixinho cretino colocado, e Deus não impediu que o roubo acontecesse. Aliás, quando meu avô resolveu parar de pagar o seguro pra cortar gastos, Deus não deu uma mão na nossa situação financeira. Nem a decendência de nos avisar do ato descabido do meu avô Ele teve. O carro foi roubado, e ninguém recebeu um centavo! Muito legal! Thanks, Lord! ¬¬"

Mas, caso você pense que está usando o carro do filho do Velho Sádico e por isso, Ele não vai deixar nada te acontecer... Querido, é aí que você vai se foder homericamente. Leu alguma coisa do Antigo Testamento? Então sabe que o Velho é vingativo. Fora que vai ficar PUTO por você ter dado PT no carro do filho Dele.

É, cara... vai nessa. Continua colando adesivo xarope no carro, continua! Fora que, SE Deus existir, é aí que você vai pro inferno mesmo, pois está chamando o nome do Cristo em vão.

Além do que é cafona pra caralho colocar essas coisas no carro!

domingo, 26 de julho de 2009

Eu pensava que não podia piorar

Ontem a noite quando fui deitar encontrei a televisão do meu quarto ligada no programa Altas Horas da Rede Globo. Coisas que só dividir o quarto com a mãe proporciona. Eca! =P

Até aí, nada de mais. Normalmente seria só colocar o meu cachorro manco na cama, desligar aquele aparelho maldito e dormir. Mas não foi assim. Quando olhei pra televisão ao procurar o botão de DESLIGAR da mesma, me deparei com algo assustador: uma bandinha de hard core de décima sétima categoria fazendo covers de MÚSICA SERTANEJA DOR-DE-CORNO. Levei uns minutos pra desligar aquela joça, pois fiquei sem ação. Um susto desmedido como aquele me deixou praticamente catatônica.

Foi péssimo. Lembra do Fresno + Chitãozinho e Xororó? Então, ainda pior. Não sei ao certo, pois não me recuperei do choque ainda. Na verdade achei pior porque eles cantaram músicas do Zezé di Camargo e Luciano. ¬¬"

Essa aberração da música chama Hardneja Sertacore. Eles são do Sul e por lá deviam ter ficado. Foi perturbador ouvir Pão de Mel tocada por eles. Tá, essa música por si só já é uma merda. Mas eles conseguiram piorar. Eu juro que não estou exagerando. Uma pequena amostra com É o Amor você pode conferir aqui, ou aproveitar mais vídeos e músicas aqui. Mas, caso pretenda clicar nos links, aí já é por sua conta e risco, posto que eu não recomendo tal ação.

Tá, eu já sei que tem muita coisa ruim por aí. Semana passada presenciamos algo que não pode ser descrito de tão horrível que era: abertura da novela das 8 versão forró. ¬¬" Não, isso eu me recuso a procurar e linkar. O YouTube tem uma busca. Divirtam-se procurando por isso. Mas dar de cara com Fio de Cabelo em hard core antes de dormir acabou com a minha noite. Meu sono já não anda muito bom, e isso o deixou ainda pior. Se não bastasse a minha insônia, agora tem essas coisas assustadoras na televisão pra me perturbar. ¬¬"


E antes que eu esqueça: prestem atenção aos links em Leia coisas boas, pois tem blogs novos naquele meio. Divirtam-se lendo... e procurem músicas que prestem no YouTube. Aproveitem, pois existem músicas boas lá.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Comentários, lembranças e situações surreais no trabalho

  • Uma acha que está gorda;
  • um quer engravidar;
  • a Menina come Vitamina A;
  • lembranças do dia que as duas pessoas que não sabem fazer café foram obrigadas a fazer café;
  • "macacos me penetrem" e;
  • pessoas (desconhecidas) passando pela sala - ela NÃO É um corredor ¬¬".

Só rindo. =P

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Então...

O post é só pra fazer o blog ser atualizado e, consequentemente, trazer todos os meus muitos leitores até aqui. Na verdade, respondam a minha enquete estúpida. E comentem neste post se a pergunta e as respostas parecem muito zuadas. Podem falar. Prometo tentar ouvir.

Grata.


PS: Saiu um corretor ortográfico atualizado com essa nova regra doida pro Firefox. Portanto, acho que meus posts não terão mais trema e a acentuação vai ser... 'estranha'. Sim, o Brasil é um país mais triste sem o trema, mas não vou estudar alemão só pra continuar usando os pontinhos legais. =P

terça-feira, 7 de julho de 2009

E com vocês... Alvinho!

Antes de mais nada: sim, eu ADORO Fernando Pessoa. Principalmente o ortônimo e seu heterônimo Álvaro de Campos. A maioria já está cansado de saber isso.

Agora um dos meus poemas favoritos, escrito pelo Alvinho em 24/04/1926, e que foi base do meu trabalho de Literatura!


Se te queres matar, porque não te queres matar?
Ah, aproveita! que eu, que tanto amo a morte e a vida,
Se ousasse matar-me, também me mataria...
Ah, se ousares, ousa!
De que te serve o quadro sucessivo das imagens externas
A que chamamos o mundo?
A cinematografia de convenções e poses determinadas,
O circo policromo do nosso dinamismo sem fim?
De que te serve o teu mundo interior que desconheces?
Talvez, matando-te, o conheças finalmente...
Talvez, acabando, comeces...
E, de qualquer forma, se te cansa seres,
Ah, cansa-te nobremente,
E não cantes, como eu, a vida por bebedeira,
Não saúdes como eu a morte em literatura!

Fazes falta? Ó sombra fútil chamada gente!
Ninguém faz falta; não fazes falta a ninguém...
Sem ti correrá tudo sem ti.
Talvez seja pior para outros existires que matares-te...
Talvez peses mais durando, que deixando de durar...

A mágoa dos outros?... Tens remorso adiantado
De que te chorem?
Descansa: pouco te chorarão...
O impulso vital apaga as lágrimas pouco a pouco,
Quando não são de coisas nossas,
Quando são do que acontece aos outros, sobretudo a morte,
Porque é coisa depois da qual nada acontece aos outros...

Primeiro é a angústia, a surpresa da vinda
Do mistério e da falta da tua vida falada...
Depois o horror do caixão visível e material,
E os homens de preto que exercem a profissão de estar ali.
Depois a família a velar, inconsolável e contando anedotas,
Lamentando entre as últimas notícias dos jornais da noite,
Interseccionando a pena de teres morrido com o último crime...
E tu mera causa ocasional daquela carpidação,
Tu verdadeiramente morto, muito mais morto que calculas...
Muito mais morto aqui que calculas,
Mesmo que estejas muito mais vivo além...

Depois a retirada preta para o jazigo ou a cova,
E depois o princípio da morte da tua memória.
Há primeiro em todos um alívio
Da tragédia um pouco maçadora de teres morrido...
Depois a conversa aligeira-se quotidianamente,
E a vida de todos os dias retoma o seu dia...

Depois, lentamente esqueceste.
Só és lembrado em duas datas, aniversariamente:
Quando faz anos que nasceste, quando faz anos que morreste.
Mais nada, mais nada, absolutamente mais nada.
Duas vezes no ano pensam em ti.
Duas vezes no ano suspiram por ti os que te amaram,
E uma ou outra vez suspiram se por acaso se fala em ti.

Encara-te a frio, e encara a frio o que somos...
Se queres matar-te, mata-te...
Não tenhas escrúpulos morais, receios de inteligência!...
Que escrúpulos ou receios tem a mecânica da vida?
Que escrúpulos químicos tem o impulso que gera
As seivas, e a circulação do sangue, e o amor?
Que memória dos outros tem o ritmo alegre da vida?

Ah, pobre vaidade de carne e osso chamada homem,
Não vês que não tens importância absolutamente nenhuma?

És importante para ti, porque é a ti que te sentes.
És tudo para ti, porque para ti és o universo,
E o próprio universo e os outros
Satélites da tua subjetividade objetiva.
És importante para ti porque só tu és importante para ti.
E se és assim, ó mito, não serão os outros assim?

Tens, como Hamlet, o pavor do desconhecido?
Mas o que é conhecido? O que é que tu conheces,
Para que chames desconhecido a qualquer coisa em especial?

Tens, como Falstaff, o amor gorduroso da vida?
Se assim a amas materialmente, ama-a ainda mais materialmente:
Torna-te parte carnal da terra e das coisas!
Dispersa-te, sistema físico-químico
De células nocturnamente conscientes
Pela nocturna consciência da inconsciência dos corpos,
Pelo grande cobertor não-cobrindo-nada das aparências,
Pela relva e a erva da proliferação dos seres,
Pela névoa atômica das coisas,
Pelas paredes turbilhonantes
Do vácuo dinâmico do mundo...


E um 'VIVA!' para as leis de obras em domínio público! Posso colocar tudo do Fefê aqui aos poucos, aeeeeeee!!! \o/

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Eu odeio gente

Olha, numa boa, muita gente num mesmo espaço me perturba. É muita informação pelo ar e eu não dou conta de processar tudo. Fica um murmurinho incômodo e o recinto se torna contra-producente... Chefa querida, essas reuniões na nossa sala foram um tiro no pé! ;)

Claro que ela não vai ler isto. Não sou louca a esse ponto. Segunda-feira estaria na rua. =P

Porém, se me lembrasse que hoje teria esse raio de reunião maldita na qual nós, a tão famosa equipe, seríamos apenas cenário, teria ido trabalhar outro dia da semana.

Veja bem, supondo que a gente fosse mais receptivo aos outros, mesmo assim a idéia dessas reuniões na nossa pequena sala não é nem um pouco razoável. Vira e mexe a sala tá cheia só com a gente. E ninguém lá é assim muito silencioso.

E chegam as pessoas pra reunião. A gente fazendo cara de Mickey, eles falando e falando, nós não conseguindo trabalhar direito e ainda perdendo o nosso espaço. Nem conversar a gente pode nessas ocasiões, pois atrapalha a bosta da reunião que poderia acontecer em QUALQUER outro maldito lugar - no inferno, de preferência.

Lembrando, isso tudo caso nós fossemos mais receptivos aos outros... mas tem um monte de sociopatas lá - eu inclusa. Imagine o pânico/ira que se instalou em parte da equipe ao ver a sala se enchendo de gente.

Como conversar em voz alta era inviável, o jeito foi apelar pro MSN. Estávamos a Menina, o Sutileza e eu (com os status/nicks Chefa na sala! - mas quase virou Morram todos - *SOCORRO, PESSOAS e I truly hate people!, respectivamente) reclamando da reunião e temendo que aquela gente nem um pouco bem-vinda por nós três fosse ver trechos de uns vídeos para edição.

A saber: vídeos de entrevistas com velhinhos - mas por alguma razão os PCs não colaboraram pra reproduzir o áudio meio podre das gravações. Portanto, jogam o volume no talo, fica um som ensurdecedor, e ninguém entende porra nenhuma do mesmo jeito. =) É claro que torcíamos muito pra não fazerem isso de novo. Ainda bem que não fizeram! Pelo menos.

Ah, e pessoas (salvo exceções) não são agradáveis. Principalmente quando em grupos. Por isso um dia eu quero morar na Lapônia. Lá tenho certeza que não terei problemas com parentes chatos e folgados da mesma forma que não serei incomodada por visitas desagradáveis. Só terei um visinho, que vai aparecer uma vez por ano e ainda vai levar presente! Não, eu não sou tão maluca e nem tenho idade mental equivalente a do meu sobrinho. Meu futuro visinho tem até site oficial. Mas você também pode ver uma informação ou outra aqui e aqui. Viu? Ele existe!

Balanço do dia: depois do almoço produzimos (ok, EU produzi) tanto quanto um bicho-preguiça. MSN bombou que foi uma beleza e eu não ouvia tanto Lacrimosa de uma vez só há algum tempo. E, aliás, foi isso que salvou a lavoura hoje: mega combo Menina Amanda + Sr. Sutileza + Lacrimosa!

E o meu querido Tilo (o alemão mais parecido com a Cruella que já existiu nesse mundo) me perdoe, mas o Lacrimosa que embalou a minha tarde foi só um detalhe... Pois sem aqueles dois lá, a tarde teria sido um inferno mesmo ouvindo o que fosse no Youtube!

terça-feira, 30 de junho de 2009

A greve na USP

Tá, eu sei, tô devendo este post faz muito tempo. Tanto tempo que a greve praticamente acabou. Hoje houveram assembléias do SINTUSP e da ADUSP e ambas deliberaram que suas respectivas categorias voltariam às atividades normais no dia seguinte - vulgo, amanhã.

Olha, nunca participei muito - tá bom, na verdade, eu nunca participei foi é NADA - mas não concordo com o fim da greve neste momento. Simplesmente porque ninguém conseguiu porra nenhuma com ela. A maldita PM saiu do campus por uma barganha feita com a Reitora Boticária, incompetente, biruta e filha da puta. Grevistas retiravam os piquetes e a vaca retirava os coxinhas.

E como a greve está no bico do corvo, estou muito longe de ter disposição para contar toda a sua saga que envolve esses 57 dias de funcionários parados e como foi de uma das greves mais miadas e zoadas da História (a "Greve do Brandão") a uma greve que tomou corpo e gerou debates.

E provavelmente a abertura desses debates foram a única verdadeira conquista dessa bosta de greve maldita. Questionamentos importantes foram levantados e, quem sabe no futuro, na USP que meu sobrinho estudar (se ele estudar lá, é claro! =P) existam formas mais democráticas de escolher reitores e que o Conselho Universitário também seja algo um pouco mais representativo. Agora é torcer para que esses debates continuem.

Mas, quer saber? Que se dane tudo, também. No momento acho que só napalm resolve. Ou uma Guerra Mundial Nuclear. O problema do mundo é que tem gente nele. Pra resolver isso acaba com toda essa cambada que tá resolvido. Mas isso é porque eu acho que está tudo errado... inclusive o fato da minha terapia estar de férias!

Tá, agora falando sério: parar com a greve, depois de tanto tempo e sem conseguir boa parte das reivindicações é tatuar um LOSER enorme na testa. Mas, sei lá, não entendo bolhufas disso. Posso estar pra lá de errada e daqui uns anos ao reler isto eu pense "puta que pariu, mas como eu escrevia asneira no blog!" e até comece a pensar em umas trezentas razões por isto tudo ser um monte de asneiras.

Do mais, vão pro diabo.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Hoje, chegando na USP

Alguém pode me dizer o que raios estava fazendo um carro da "TV Aparecida" estacionado na frente do meu prédio da faculdade? Tinha um da Band, também. Ok. Mas, "TV Aparecida"? Meu, pra quê? É pra cobrir os acontecimentos de semana passada e desta com "alunos de História, logo comunistas, logo ateus, entraram em conflito com a polícia e hoje assistem a palestra com Antônio Cândido e Marilena Chauí"? ¬¬

Tá, eu sei. Preciso ser menos implicante. Morram.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dia dos Namorados

Hoje a metade do país que não está andando por aí suspirando na companhia do seu par está em casa suspirando pela falta de um par... Ok, eu sei, você não está em nenhuma das duas categorias. Quer um prêmio por isso? Pois não vai ganhar. E não venha me encher o saco.

Mas 12 de junho é um dia chato pra mim por outra razão: hoje faz 7 anos que eu não vejo o meu pai. E dia 20 de junho vai fazer 7 anos que ele morreu.

Em 12 de junho de 2002 eu estava no 1º colegial e prestes a entrar na semana final de provas antes das férias de julho. E meu paizão já estava doente fazia bastante tempo. Passei a tarde em casa - como eu sempre passei a vida toda - e ele não estava lá muito bom. Antes de deitar fui dar um beijo de boa noite nele e ele respondeu: "Boa noite, filha. Durma com Jesus". Foi a última coisa que meu pai me disse.

Na madrugada do dia 13 ele ainda não se sentia bem - ou tinha ficado um pouco pior, sei lá - e meu avô (pai dele, com o qual minha mãe e eu moramos até hoje) o levou à Santa Casa para a sua última internação. Ficou uma semana lá e morreu. Acho que eu tava fazendo prova de Física naquela hora, pois foi de manhã e lembro de chegar em casa com o trambolho do livro de Física na mão.

Não fui ao velório nem ao crematório e muito menos quando foram levar as cinzas para Sorocaba (caso queira, existe um breve resumo sobre isso de Sorocaba em algum ponto deste texto). Não quis vê-lo sem vida e acho que não me arrependo, embora tenha perdido a conta das vezes que me avisaram "você vai se arrepender um dia". Tá bom, muito grata. Mas a culpa é minha, o arrependimento é meu e eu faço com eles o que eu quiser.

A idéia de escrever este post veio da Sra. Sutileza. Aliás, ela e o marido precisam parar de me emocionar com textos sobre parentes. Desse jeito a minha reputação vai pras cucuias!

Bom, já chega! Vamos reclamar um pouco agora! (revoltada mode on) Que a bosta dessa invenção capitalista de "Dia dos Namorados" vá para o diabo. Li em algum lugar e parece que essa porcaria foi inventada por algum publicitário - logicamente para vender mais produtos - e o povo sai por aí comprando, presenteando, embarcando nessa bobeira (revoltada mode off).

De qualquer jeito, como hoje é 12 e junho, usar "Dia dos Namorados" como título de post, apesar de batido, chama a atenção! Logo, crescem as chances das pessoas lerem os meus resmungos. =D

Vou ler uns poemas do Alvinho para o meu trabalho de literatura. No próximo post um pouco sobre a palhaçada que se passa na USP com a PM lá dentro... O que lembra uma história do meu pai quando ele era novo, mas isso fica pra um outro dia também.

(Eu sei, falar o que vai acontecer depois é um método muito "novela que para no melhor do capítulo", mas eu preciso fazer o trabalho e ainda quero jogar GemCraft, desculpem.)

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Dia do Orgulho Nerd

"Nerds do mundo: uni-vos!"


Em duas ocasiões diferentes, quando estava indo nem lembro pra onde, vi sujeitos com camisetas "NERD" e "Nerd Inside" no mesmo ônibus que eu.

A partir daí comecei a pensar nisso, nessa aceitação... eles tinham orgulho em ser nerds! Umas semanas depois vi umas camisetas muito legais com a mesma temática - aliás, adoraria estar usando agora essa primeira que aparece no post - comprovando que já existe um mercado de cacarecos desse tipo.

Como sou vizinha da Parada do Orgulho Gay, pensei numa "Parada do Orgulho Nerd"! Não, não continuei pensando. Tive mais o que fazer. Mas decobri que tinha inventado a roda. Semana passada estava conversando com a Pri no MSN e ela me fala que o Dia do Orgulho Nerd já existe. Bom isso explica porque até o Multishow tem programação especial pro Dia do Orgulho Nerd. Ok, isso é ridículo. ¬¬"

Bom, como quebrar a cara já está quase virando rotina, o jeito é curtir o dia! Pegar toalha e outras coisas que possam ser sinal de nerdisse e desejar ter um machado ou uma katana pra me livrar dos zumbis que perambulam pelo laboratório. ^_^x

1-2-3 Lali-ho!

sábado, 23 de maio de 2009

Algo simples

Por que pessoas de péssimo gosto musical são as mesmas pessoas sem-noção que compram celulares incrementados, mas não têm capacidade de comprar a porra do fone de ouvido para o mesmo?

Por acaso elas acham que todo mundo ao redor gosta de escutar aqueles funks de 17ª categoria que nem têm o direito de serem classificados como música? Usar o maldito fone é algo muito simples. Desse jeito você pode escutar a merda que quiser, ninguém tem nada a ver com a sua vida miserável, e todo mundo fica menos infeliz! Pronto! Caralho, não precisa ficar bancando um carro de som ambulante usando o celular como caixa de som! Enfia essa merda no rabo, cacete! Quer escutar? Escute! Mas não me obrigue a escutar com você! COMPRA A BOSTA DO FONE!

Vou começar a andar ouvindo Motörhead, Rammstein e Lacrimosa por aí pra ver o que essas pessoas vão achar! Duvido que elas não se incomodem! Mas também existe o risco de nem assim elas aprenderem que existem formas muito simples de ficarem dentro de seus espaços e não incomodarem os outros.

Alguém sabe se o custo de vida na Lapônia é muito alto?

terça-feira, 19 de maio de 2009

Tinha que ser a Telefonica!

Qual é o problema deles, hein? Eles acham que usuário da internet é tudo nerd desocupado que não faz porra nenhuma da vida e toda segunda-feira responde a pergunta "como foi o seu final de semana?" com um "fiquei na frente do PC"?! Não que eu já tenha passado algum final de semana da minha vidinha na frente de um PC... de forma alguma!

Mas falando sério agora: duas panes seguidas. Eu, que nem vejo televisão direito mais, lembro de problemas graves que o Speedy instável causa - isso quando nem tem pane! Escritórios de importação com prejuízo e boletins de ocorrência que não são feitos me chamaram a atenção e tudo isso é decorrência dessa droga que não funciona. Eu tinha umas coisas importantes pra fazer na internet e não fiz. Digitei este post em casa no Bloco de Notas e ele foi pro ar entre as minhas aulas, quando eu consegui uma brecha num dos computadores do trabalho - equipe cresceu e não tem mais espaço sobrando na sala... pontos de internet muito menos! Ah, lá (ou aqui, nem sei mais) não é Speedy. Então podemos trabalhar. Ainda bem! Um problema a menos. Só faltam uns 728.496... Hehehe - só dando risada.

Vontade de cortar cabeças e jogar bombas por aí não me falta. Mas tem algumas pessoas que merecem mais do que outras, pode apostar. Contudo, mesmo não sendo assim algo maravilhoso (segundo a Lilith), acho que vou ficar feliz em me livrar da Telefonica e abraçar o Net Combo (apesar dele pertencer ao grupo Globosat... mas esse detalhe a gente abstrai, ou vou acabar acessando a internet por telepatia ¬¬').

domingo, 17 de maio de 2009

Óia!

Isso me deixou toda feliz!


Tenho muito orgulho de fazer parte deste clã. Afinal, nós temos um coração... só preferimos deixá-lo em casa.

Aliás: MORRAM.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Eu odeio o Terra!

Tá, eu sei, como consumidora eu posso - e devo - trocar de provedor. Vou pesquisar sobre o Net Combo, pois me livro integralmente de TODOS os malditos (des)serviços "prestados" pela Telefonica e tudo que ela abraça - como vemos neste post do Gregori Pavan.

Quando fui assinar banda larga a ideia era ter o Ajato da TVA - que, aliás, ainda não tinha sido comprada pela Telecômica - pois eu teria internet de 2 mega por R$ 70,00/mês até o fim da vida - perguntei pro atendente umas 30 vezes se era o mesmo preço até o final dos tempos e ele disse que sim, mas pode até ser ingenuidade minha - só que a "minha região ainda não havia sido liberada pela prefeitura para o Ajato". Hoje eu pago R$ 120,00/mês (somando Speedy e Terra) por 512 kbps de "velocidade" (lerdeza é até mais apropriado) ¬¬"... Blá, blá, blá! Morram todos eles! Os espíritos antissemitas que assombram o arquivo já zicavam a minha vida desde aquela época =P. Hun, não... devia ser Murphy, mesmo. Esses espíritos atrapalham de outro jeito e na época eu nem sonhava em trabalhar com temas relacionados ao Holocausto.

Bom, comentários estúpidos a parte, a motivação deste post é o fato de que hoje (15/05, lá pelas 14:00 mais ou menos) tentei acessar a internet no conforto do lar e não consegui! Não abria site nenhum e aparecia uma mensagem dizendo que o problema era senha incorreta ou falta de pagamento.

Senha incorreta? Falta de pagamento?? Ok, vamos pensar um pouco: se a minha senha estava incorreta, COMO DIABOS EU CONSEGUI LOGAR NA PORRA DA INTERNET???! Que merda de sistema de validação é esse do Terra que permite "meia senha" correta pro cliente acessar a internet? Até na bosta do banco de dados do trabalho a gente precisa digitar a senha inteira correta pra conseguir acessar aquela merda!

Muito bem. Com a primeira hipótese descartada, vamos refletir sobre a segunda: a possibilidade de uma falta de pagamento. Possibilidade por duas razões deveras (pedantismo mode on, imitando nosso irritante Zumbizão) simples: 1º a bosta do pagamento tá em débito automático; 2º eles (o Terra) nos obrigaram a colocar o pagamento em débito automático. =)

Moral da história: NÃO TEM COMO A BOSTA DO PAGAMENTO ESTAR ATRASADO!!!!! Outro detalhe interessante é que ao entrar na Central do Assinante e olhar no link "Extratos da Conta" (ou algo do tipo) aparece que os últimos 3 MESES ESTÃO PAGOS. ¬¬" Depois eu que sou chata, mau-humorada, sem paciência...

Infelizmente, eu sou é meio burra. Devia ter dado um Print Screen nesse instante. Mas meu sangue ferveu, fechei o Firefox, desconectei, abri o Bloco de Notas e comecei a esboçar este post. Então tive a ideia de copiar o que aparecia na mensagem cretina sobre o problema ser senha incorreta ou falta de pagamento. Aí conectei novamente, abri o Firefox, cliquei num site qualquer e... fununciô! Ponto pro Murphy de novo! Ou o Terra tem alguma forma (eficiente) de prever essas coisas e me deixou usar a minha internet em paz... Tooooo late! >=) Já tinha decidido fazer o post e pesquisar os preços do Net Combo. Lamento!

Só gostaria de ter lido o blog Guerra ao Terra! antes. Do Terra eu provavelmente teria me esquivado, mas estaria na mão do Speedy do mesmo jeito. Eca! Ah, esse blog é outro dos serviços prestados pelo nosso amigo Sutileza!

Agradecimentos ao Gregori Pavan, Luiz Sutileza e meu cachorro fofo que com sua carinha linda me impediu de quebrar o PC e jogá-lo pela janela num ataque de fúria.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Entenda a expressão "o lado Microsoft de..."

Windows host process (Rundll32) não está respondendo

O Windows pode procurar uma solução quando você estiver online. Se você fechar o programa, poderá perder dados.

  • Verificar uma solução e fechar o programa
  • Fechar o programa

Exibir detalhes do problema

...

Ocultar detalhes do problema

Descrição:
Um problema fez com que esse programa parasse de interagir com o Windows.

Assinatura do problema:
Nome do Evento de Problema: AppHangB1
Nome do aplicativo: rundll32.exe
Versão do Aplicativo: 6.0.6000.16386
Carimbo de Data/Hora do Aplicativo: 4549b0e1
Assinatura com Falha: bb8c
Tipo com Falha: 6144
Versão do sistema operacional: 6.0.6000.2.0.0.768.3
Identificação da Localidade: 1046
Assinatura Adicional com Falha 1: fbec96980d7620cf1405fbfa21f3354d
Assinatura Adicional com Falha 2: 7ca8
Assinatura Adicional com Falha 3: f910eaf87b005b29fe0fc76f11b067b9
Assinatura Adicional com Falha 4: bb8c
Assinatura Adicional com Falha 5: fbec96980d7620cf1405fbfa21f3354d
Assinatura Adicional com Falha 6: 7ca8
Assinatura Adicional com Falha 7: f910eaf87b005b29fe0fc76f11b067b9


Nossa, muito esclarecedora essa descrição! Jura que um problema fez com que esse programa parasse de interagir com o Windows? Se ele não falasse, eu nunca imaginaria isso! Pra quem entende, esse monte de letras e números das assinaturas adicionais com falhas talvez digam algo. Pra mim, não. Afe, tinha que ser o Vista! Não que eu ache que se fosse o XP ou algum outro Windows a explicação seria melhor, mas talvez não tivesse dado o erro. O que, no fundo, é o que importa, não? E é claro que eu cliquei em "Fechar o programa". Mesmo quando procura, essa droga nunca encontra solução nenhuma!

Agora, para o título do post fazer algum sentido, dois links para posts do tipo "o lado Microsoft de..." (ambos cortesia do nosso amigo Sutileza): um do Google e outro do MySpace. São curtos, legais e eu não preciso dizer que sim, eu gosto muito desse blog. Por isso não me chateia.


OBS: apenas por curiosidade, saibam que esse erro ocorreu quando eu estava tentado entrar na internet pela rede aberta da faculdade e não consegui. Todos esses códigos significam que a janelinha de "Opções da Internet" parou de responder.

OBS 2: eu precisava da internet para algo importante. Sem ela praticamente não dá pra trabalhar lá no laboratório. O acesso ao nosso super banco de dados DEPENDE dela e recentemente nos mudamos para uma nova sala muuuuuuiito melhor, mas que ainda não tem internet. Legal, né?

OBS 3: algumas boas almas que usam seu tempo lendo minhas asneiras disseram que não estão conseguindo comentar nesta birosca. Estou tentado consertar. Um dia eu consigo =P. Grata.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Por que não se aposenta?

Caramba, o Roberto Carlos fez 70 anos de idade, 50 de carreira, e continua perturbando por aí? Teve até quadro no Fantástico! Pombas, se fosse funcionário público ele seria aposentado pela compulsória!

Seguindo esse raciocínio, proponho o movimento "Aposenta Roberto!", porque convidar MC Qualquer-coisa e bateria da Beija-flor pro especial de final de ano (no qual sempre são tocadas AS MESMAS MÚSICAS) é prova empírica de que o seu tempo já passou e está na hora de aproveitar todo o MUITO dinheiro que você ganhou viajando e descansando por aí.

E DÊ SOSSEGO PRA GENTE!!!

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Boas novas!

É com enorme prazer que informo a exportação do ótimo blog Perseguidor Implacável para outro endereço, no qual continuará sendo atualizado, porém com uma temática um pouco diferente. Recomendo vivamente o acesso!

Aproveitem!

terça-feira, 7 de abril de 2009

Um dia eu vou ter um Mac!

Além de mais bonitos, mais rápidos e menos irritantes, Macs proporcionam bons momentos de humor!

Propaganda original (e que me deixou com muita vontade de ter um desse) e paródia engraçadíssima que você DEVE ver até o final (e eu juro que nao tenho nada contra essa empresa que vende PCs).

Tudo bem, eu sei que a paródia apela um pouco, pois usa um PC de mesa enquanto a propaganda original usa um notebook. Mas parte do humor está nisso mesmo! E caso ao abrir o link da paródia o vídeo nao carregue por falta de algum plug-in, é só ver no Youtube!


Post made on a Mac! ;)

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Nota

Lamento informar que o recomendadíssimo blog Perseguidor Implacável já não existe mais. A internet passa a ser um lugar menos feliz... e proporcionalmente com mais pessoas mórbidas escrevendo em seus blogs.

Não que eu conheça alguém assim. De forma alguma. =P

domingo, 5 de abril de 2009

Era só o que faltava

Viajar pra Sorocaba neste final de semana foi até mais legal do que o previsto. Acho que fazia uns dez anos que eu não ia pra lá. Meus tios até achavam que não ia dar tempo de vê-los vivos ainda. Não, eles não estão doentes. Era um pouco de drama misturado ao fato deles não serem mais muito novos. Se bem que meu tio andou meio dodói uns tempos, mesmo. Mas pra quem teve uns cinco infartos e fez sei lá quantas cirurgias, ele tá é muito bom. Ainda bem.

O duro é aguentar primo bêbado, descobrir que a tia agora se ligou nessas baboseiras de signo (pra piorar nós duas temos o mesmo signo, então virava-mexia ela justificava alguma característica minha com "porque nós, do signo de Áries, somos assim mesmo", eca!) e ouvir as picuinhas de família que acabam surgindo nos assuntos. Detesto ter que ouvir todo o veneno comum a essas horas - depois do sábado em volta da churrasqueira, o domingo foi dessas fofocas.

O primo mamado já tinha ido embora na noite anterior - com a esposa irada querendo dar uns cascudos nele. Mas hoje a tarde, enquato papo ia e papo vinha, eis que minha mãe e eu descobrimos que o túmulo da família está pela hora da morte, amém. Segundo meu tio "tão tudo tomando água da chuva naquele túmulo", pois tem um buraco grande naquela coisa construída por cima (acho que chama jazigo, ou o que quer que seja) perto do chão. Então quando chove entra água por esse buraco e cai sobre meus avós maternos, uma tia, um primo, outro tio... sei lá se tem mais.

Segundo minha mãe a água não pega no meu pai... e espero que ela esteja certa, pois detestaria ir lá um dia e descobrir que meu pai virou uma geléia de cinzas. ¬¬"

Quando o meu João Grandão morreu ele quis ser cremado. E meus avós não tem túmulo. Então minha mãe levou a caixinha dele lá pra Sorocaba e colocou no túmulo da família dela. Que, pelo papo de hoje, deu pra perceber que não estava lá muito bem conservado naquela época - logo fará sete anos que meu paizão faleceu.

Ou seja, faz pelo menos sete anos que esse bando de atrapalhados fica de reformar o túmulo e não faz nada. Mas parece que uma cunhada da minha mãe, nessa ocasião que levaram o meu pai, tinha tomado pra si a responsabilidade da reforma. "Pode deixar que eu faço/que eu cuido disso". Nunca é bom falar isso, do mesmo jeito que não convém levar essas palavras a sério. Pode dar merda!

De qualquer jeito, agora parece que virou uma emergência. A prefeitura de Sorocaba divulgou que os donos dos túmulos muito mal conservados serão intimados a dar um jeito nisso. E se não o fizerem, a mesma vai demolir tudo, pegar os ossos, colocar num canto lá e vai vender novamente o túmulo para uma outra família. É, muito obrigada pela consideração, prefeitura maldita! Como disse o Sr. Sutileza (do recomendadíssimo blog Perseguidor Implacável) "nem dá mais pra morrer/descansar em paz, hoje"! É, não mesmo!

Então, agora as pessoas vão ter de se juntar e ver como resolver isso. E vão gastar uma grana com isso, também. Um gasto que não tinha sido programado com um problema que era pra ter sido resolvido há sete anos! Por que raios família é um negócio tão complicado? Se parente fosse bom não era algo praticamente imposto nas nossas vidas.

Como esse negócio vai envolver dinheiro, provavelmente vai ter algum tipo de quebra-pau. Como ninguém lá tem capacidade de fazer algo muito simples - e deixaram o túmulo chegar a esse estado - acho que essa reforma vai sair meio cara. E, claro, todo mundo vai chiar na hora de colocar a mão no bolso. E minha mãe papuda já falou que faz um empréstimo e paga! É, sem dúvida este é um ótimo momento pra isso. De brinde vou começar a perder o sono por conta da irresponsabilidade financeira da minha mãe. Sei lá quantos anos ela vai levar pra pagar o empréstimo que já prometeu fazer. Afinal, pra ela não importa se a dívida vai se estender por anos: o que importa é que ela pague sempre prestações pequenas.

Agora nos resta ver a proporção desse aranca-rabo. Em algum momento alguém vai cobrar da cunhada com relação ao jeito que ela não deu no túmulo, antigas questões virão a tona e, no final, só espero que a minha mãe não assuma um compromisso grande demais. Também espero que ela não brigue com parentes que eu gosto. Primeiro, porque é raro eu gostar de parentes. Segundo, porque fica aquela coisa meio estranha quando você encontra essas pessoas. E nunca dá pra saber como vão ficar as coisas por conta do humor muito instável dela. E sobre tudo, espero que essa reforma seja feita logo pra que esses restos mortais possam ficar em paz novamente.


Mudando de assunto, eu havia prometido à Menina Amanda que no meu próximo post teria um link pra um post muito bom do blog dela: http://amandameninacherry.blogspot.com/2009/04/torturas-pos-modernas.html

E sim, nós odiamos Big Brother! >=(

sábado, 28 de março de 2009

Não entendo

Estava eu aqui, quietinha no meu canto, e o som da televisão da sala chegou até o meu quartinho do PC... e eu fui obrigada a escutar o programa Terra Nativa da Band. Essa bosta tenta se fazer de um Viola Minha Viola mais moderninho. Logo, entre uma música sertaneja mais antiga e outra (que, diga-se de passagem, são bem melhores), tocam uma ou duas porcarias "dor de corno". Fora que, pelo que deu pra perceber, eles costumam levar um convidado principal por semana nessa merda de programa. E hoje a dupla convidada foi Chitãozinho & Xororó!

Nossa, já precisa de muito estômago pra aguentar esses dois! Agora, graças a MTV e ao Estúdio Coca-Cola juntaram os dois com o Fresno. E eles conseguem cantar PIOR do que o original - a voz é, pasme, AINDA MAIS CHATA!

Agora, o que leva cantores sertanejos que já tem uma puta grana acumulada a cantar com bandas Emo - ou o que quer que seja aquela porcaria - que tem fãs histéricas as dúzias e vendem CDs de tonelada? Convenhamos, de dinheiro NENHUMA das quatro partes está precisando! É pra parecer mais novo? Tirar o ranço das músicas velhas e dor de corno? Diminuir o cheiro de naftalina dos sucessos do final do século passado com uma roupagem mais moderna?

E aquele monte de antas que formaram aquela bandinha de 17ª categoria? Pra quê fazer isso? Pra deixar as músicas ainda mais chatas? Bom isso foi a única coisa bem sucedida nisso tudo!

A Coca-Cola não precisa disso pra vender e a MTV devia ir pra PQP logo de uma vez e parar de encher o saco também!

Moral da história: não entendo pra quê raios fizeram a merda dessa parceria maldita que só torra a paciência!


PS: não desliguei a televisão porque minha avó estava assistindo. O que me impressiona é o fato do meu avô não ter se incomodado com a bateria do Fresno.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Estamos progredindo... ou quase isso

Acabei de descobrir que tinha colocado o fuso-horário BEM errado nisso aqui. Agora tá explicado porque eu sempre tinha que arrumar manualmente os horários das postagens.

Mais umas cabeçadas estúpidas e posso até dizer que estou chegando perto de saber o que estou fazendo - informática precisa urgentemente se tornar algo mais intuitivo!... ou eu que preciso ser mais esperta!

E só pra não perder a oportunidade de reclamar: PUTAQUEPARIU, VAI FAZER UM BANCO DE DADOS RUIM ASSIM NO INFERNO!!!!!!

"Desenvolvendo soluções"?? Seus estrupícios, assinatura pronta, slogan, o caralho que seja, quando a gente escolhe costuma ter o mínimo de relação com a realidade. Principalmente se tem relação com a sua empresa. Nesse caso, repito, CERTIFIQUEM-SE DE QUE SEJA VERDADE, POMBAS!

Isso ainda vai dar pano pra manga...

segunda-feira, 16 de março de 2009

Bem aventurados aqueles que fazem layouts!

Pois deles será a minha gratidão. Assim que passar o meu tormento do seminário de Metodologia do Ensino eu dou um jeito nisto aqui e meu blog estará, finalmente, oficialmente lançado.

E não, eu NÃO DEVERIA estar postando nada aqui neste momento. Pois na terça precisarei apresentar esse seminário maldito, tô perdida da silva e deveria estar cuidando da minha parte. Mas juro que achei o site de layouts por acaso.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Deveria ser mais fácil!

Eu não falei que informática possui coisas muito pouco intuitivas? Pois bem, ainda estou apanhando pra fazer meu blog ter a cara que eu quero... e é claro que eu não estou conseguindo.

Se por ventura cada vez que você acessar este blog ele estiver com uma cara diferente, desculpe a minha indecisão, mas estou tendo problemas para deixá-lo visualmente agradável.

Acho que mais opções seriam interessantes... ou eu que sou muito burra pra não conseguir mexer direito na droga de um blog gratuíto!

domingo, 8 de março de 2009

Resmungar é preciso, viver não é preciso

Uma referência ao meu portuga favorito. No original é “Navegar é preciso, viver não é preciso”. E navegar evoca a idéia de se lançar, se entregar ao desconhecido.

Certamente ‘resmungar’ evoca algo muito menos poético. Eu já resmungava via Twitter, mas seus posts limitados não estavam mais dando conta do recado, embora eu continue a usá-lo e em breve pretendo fazer com que meus breves resmunguinhos apareçam aí dos lados. Enfim, fiz este blog para reclamar das inúmeras coisas que me incomodam, a saber:

  • Gente lerda no meio do caminho;
  • O Blip.fm – que precisa ele todo de umas melhorias (e logo, de preferência);
  • O trânsito dessa cidade maluca;
  • Pessoas pretensamente competentes e que se esforçam em serem simpáticas (ainda bem que foram embora, mas pena que já tinham comprado aqueles entulhos disfarçados de equipamentos);
  • Parentes sem-noção;
  • Meu cachorro barulhento, pois não consegui educá-lo (três contra uma, eu não tinha chance nessa disputa);
  • Mudanças repentinas de assunto – é tão legal quando você está tentando conversar com alguém da sua família sobre, por exemplo, a faculdade e, do nada, a pessoa vira e comenta da MALDITA novela... Que você não assiste 1º porque não tem tempo e 2º, mesmo que tivesse, não precisaria se esforçar muito pra encontrar algo melhorzinho pra fazer;
  • Pessoas que confundem atores bonitos com qualidade da série – não que eu entenda muito de seriados, mas tenho certeza que ele não era tudo isso! ... Apesar do cara que interpretava um vampiro lá ser bonito pra caramba, mesmo;
  • Coisas pouco intuitivas existentes em informática;
  • Propagandas enganosas – principalmente quando sou enganada;
  • E, levando a taça “Master Irritação do Milênio” ... PCs LERDOS! Principalmente se eles tiverem Windows XP Starter Edition ou Windows Vista instalados neles.

E depois de todo esse preâmbulo, com direito a evocação do meu “muso” inspirador lusitano, vamos começar.

Sim, acreditem se quiserem, acho que o XP Starter me irrita mais do que o Vista. Mas também precisamos levar em conta a origem desses PCs. O com XP Starter é meu e eu comprei (tá, minha mãe comprou, pois na época eu ainda não trabalhava) numa dessas grandes lojas de móveis e eletrodomésticos que são especialistas em deixar metade dos brasileiros endividados com seus carnês de prestações a perder de vista. Na verdade, precisei recorrer a esse método justamente pelo carnê a perder de vista, caso contrário não cabia no salário da minha mãe – eu tinha uma certa urgência em conseguir um PC novo e a sua majestade, meu primo folgado que entende de informática não tinha um horário na “lotada” agenda dele – não faz porra nenhuma da vida – pra ir numa loja ESPECIALIZADA comigo. Lógico que deu merda.

Aqui em casa descobri que o PC vinha com XP Starter. Claro. Se viesse com um XP de verdade ele teria custado quase o dobro, provavelmente. Outro dia estava olhando, e notei que ele não tem adesivo com número de licença colado. E acho que não veio nada do tipo em nenhum papel dele, também. O que parece bizarro, até faz um certo sentido. A versão Starter foi feita pela Microsoft para “países em ascensão” se a memória não me falha. Ou seja. É uma versão BEM meia-boca e muito mais barata pra colocar nos PC que eles vendem na periferia do mundo. Malditos. Só queria ter sabido disso antes.

E agora, as DESvantagens da versão terceiro-mundista do XP:

  • É feio – tem cara de Windows 95, 98, 2000 e não dá pra mudar;
  • Na barra de trabalho só podem ter até três tarefas diferentes – se eu estiver com o Firefox, o Msn e o iTunes abertos, meu anti-vírus não atualiza, por exemplo;
  • E só abre três janelas de cada programa e sempre em abas – supondo que eu converse com quatro pessoas simultaneamente no Msn, eu teria problemas, pois obrigatoriamente deveria fechar as janelas de diálogo e se demorasse um pouco mais pra responder alguém, uma outra pessoa não ia conseguir fazer a mensagem chegar em mim.

Meu primo desocupado veio aqui em casa uma vez pra instalar o XP e outros programas inúteis que eu acabo desinstalado logo depois, mas não deu certo. Por alguma razão misteriosa o modem não sincronizava mais. Ele disse que faltava um negócio, que ia baixar e voltava. Isso faz uns dois anos, mais ou menos. Muito obrigada pela ajuda, viu?

No trabalho os PCs vieram com o Vista. Pelo menos é o Vista de verdade. Não é uma versão estúpida e cheia de limitações. Mas, ainda é o Vista. E como é de conhecimento mundial, essa jamanta de sistema operacional é lerda como uma lesma por natureza... e se não bastasse, nossos PCs tem 512 MB de memória. Legal, né? Isso é metade da memória que o Vista precisa pra sobreviver. É um exercício de paciência diário – malditos PCs MUITO lerdos.

Um desses PCs caput há pouco tempo. E nossas impressoras também deram um piti e nos deixaram na mão. Eu ainda acredito que equipamentos de informática possuem vontade própria, mas acredito mais que o antigo responsável por essa parte lá no trabalho era um belo incompetente – nossa, como eu quero matá-lo! Quero matá-lo com os pedaços que eu quebrar dos equipamentos PÉSSIMOS que ele comprou pro laboratório e deixou lá pra gente sofrer.

Nós também temos um iMac no trabalho. Aliás, ele é meu sonho de consumo no momento. Embora saiba fazer muito pouco nele, eu quero um. Precisei de orientação até pra colocar acento nas palavras usando esse trem. Talvez se não me desgastasse tanto diariamente com PCs eu não teria essas idéias e nem estivesse desenvolvendo um ódio profundo pela Microsoft. Fora que a Apple faz aparelhos muito bonitos e... com menos fios! =P


Não resisti colocar essa foto. Achei por acaso no site da Apple. E é claro que a fonte é tendenciosa. Mas guardando alguns exageros de fios para todos os lados, não tá errado. Mas, embora não pareça, eu ainda tenho esperança em PCs. Tenho esperança até na minha latinha. Quando acabar a garantia vou dar uma melhorada nela – comprar memória, um drive leitor/gravador de DVD.

Ah, sim. Eu fiz a BURRADA de comprar meu PC com garantia estendida – ainda vou ter de esperar mais um ano pra abrir meu PC, maldição. Parecia um bom negócio na hora. É, lembrem-se de nunca comprar PCs em 12 vezes sem juros na loja que o mascote usa um chapéu de cangaceiro. Como estávamos falando outro dia no trabalho “se não fosse por esses PCs, a Eloá ainda estaria viva”. Outra mala, diga-se de passagem. Mas isso já é outro assunto, logo deve ficar para outro post – já que, segundo as orientações do diretor mercenário da FFLCH “um artigo, uma idéia”, assim você escreve 200 artigos (todos com a profundidade de um pires, mas tudo bem, pois o que importa é quantidade e não qualidade) e faz parecer que a produção acadêmica do país está crescendo. É cada uma que a gente tem que ouvir. ¬¬'

Ou seja, no meu caso, resmungar é preciso por uma questão de sanidade mental... Ajuda a evitar que eu mate alguém e passe o resto dos meus dias na cadeia.


Se bem que eu ainda acho que tacos de baseball deveriam ser mais baratos! =D